SIVAR

SIVAR

Fungicida de largo espectro

Especificações tecnicas

Substàncias activas
250 g/L ou 23 % (p/p) de azoxistrobina
Formulação
Suspensão concentrada (SC)
Homologação
1082
Aspecto
pH
7,2 - 8,2
Densidade
1,070 – 1,130 g/ml
Solubilidade

Toxicologia

Clasificación
ATENÇÃO
Classificação ambiental
- SP1: Não poluir a água com este produto ou com a sua embalagem.
- SPe3: Para proteção dos organismos aquáticos respeitar uma zona não pulverizada com cobertura vegetal, em relação às águas de superfície de 20 metros para trigo, cevada (ar livre) e de 10 metros em tomateiro e cucurbitáceas (estufa).

Utilizações e modo de emprego

Cultura
Problema
Dose
Intervalo de segurança
ABÓBORA
ARROZ
CEVADA
CURGETE
MELANCIA
MELOEIRO
PEPINO
PEPINO PARA CONSERVA
TOMATEIRO (ESTUFA)
TRIGO

Condições d'aplicação
PEPINO, PEPINO PARA CONSERVA, CURGETE, MELOEIRO, ABÓBORA E MELANCIA
(ESTUFA): Oídio (Sphaerotheca fuliginea), (Erysiphe cichoracearum)
Concentração: 80 ml/hl, aplicando no máximo 0,8 L/ha. Volume de calda: 500 a 1000 L/ha.
Aplicar preventivamente ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, desde as 3-5
folhas definitivas. Prosseguir os tratamentos enquanto as condições climáticas decorrerem favoráveis à doença. O produto confere uma persistência de acção de 10 dias. Realizar no máximo 3 aplicações por campanha, com este ou outro QoI.

TOMATEIRO (ESTUFA): Oídio (Leveillula taurica)
Concentração: 100 ml/hl, aplicando no máximo 1 L/ha. Volume de calda: 500 a 1000 L/ha.
Aplicar preventivamente ao aparecimento dos primeiros sintomas; . O produto confere uma persistência de acção de 10 a 12 dias. Realizar no máximo 1 aplicação por campanha, com este ou outro QoI

TRIGO: Oídio (Erysiphe graminis), Ferrugem castanha (Puccinia recondita), Ferrugem amarela (Puccinia striiformis), Septoriose (Parastagonospora nodorum, Mycosphaerella graminicola). CEVADA: Oídio (Erysiphe graminis), Ferrugem castanha (Puccinia hordei), Helmintosporiose (Pyrenophora graminea). ARROZ: Piriculariose (Magnaporthe grisea), Helmintosporiose (Cochliobolus miyabeanus)
Aplicando no máximo 0,8 - 1 L/ha. Volume de calda: 200 a 400 L/ha.
As aplicações devem ser efetuadas após o aparecimento da doença de modo a manter sãs as 2 folhas superiores. Realizar no máximo 1 aplicação por campanha, com este ou outro QoI

Precauçaoes
- Para evitar o desenvolvimento de resistência, o número máximo de tratamentos com este produto e/ou outro contendo QoI, por ano ou ciclo cultural, no conjunto das doenças visadas é de:
- 3 em meloeiro, melancia, pepino, curgete e abóbora;
- 1 em tomateiro (estufa), trigo, cevada e arroz.

- Alternar o uso deste produto com fungicidas de diferente modo de acão.

Embalagens e informação relativa o transporto

Código
Embalagem unitario
Caixa
Peso bruto caixa
Capacidade paleta
211401
1 L
12 x 1 L
15,1 kg
480 L
211402
5 L
4 x 5 L
23,2 kg
600 L

Classificação transporte ADR
Última actualización > 30/03/2020